Distúrbios do Sono e Obesidade

O estilo de vida do homem moderno altera nossa cronobiologia fisiológica.

A curta duração ou baixa qualidade do sono estão associadas ao desenvolvimento de obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares.

Pessoas que deitam tarde e acordam cedo, diminuem o tempo de sono e desenvolvem o Jet lag social, que está associado ao ganho de peso.

A privação do sono estimula áreas de recompensa no cérebro levando a um aumento do consumo de alimentos mais calóricos, como doces e gorduras.

A diminuição do tempo de sono eleva a secreção de grelina, que é um hormônio que aumenta o apetite, particularmente nos períodos pós refeição, ou seja, a pessoa continua “beliscando” ao longo do dia. Por isso pessoas que dormem pouco têm mais vontade de comer doces.

Grande parte das pessoas não emagrecem porque dormem mal. Melhorar a qualidade do sono pode ajudar no tratamento do emagrecimento, que deve ser individualizado.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
× Agendar Consulta